quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Quid juris?

O Sr. Bilbo Baggins, aquando do seu regresso de toda a aventura que deu mote à obra "O Hobbit" - morto o velho dragão e finda a Batalha dos Cinco Exércitos - encontrou-se com um grave problema jurídico em mãos.
Presumindo a morte do há um ano desaparecido Sr. Bilbo Baggins, os Srs. Grubb, Grubb & Burrowes haviam organizado um leilão para a venda do mobiliário "abandonado" por este. Aquando do regresso do Sr. Bilbo Baggins, por acaso no mesmo dia do leilão, já grande parte da sua propriedade havia sido leiloada, encontrando-se até os seus primos Sackville-Bagginses a medir os seus aposentos para mais tarde deles se apoderarem.

"O regresso do Sr. Bilbo Baggins criou grande agitação debaixo do Monte, por cima do Monte e do outro lado do Água. Mas foi uma agitação que levou tempo a dissipar-se. Só os incómodos jurídicos demoraram anos (...); e no fim, para poupar tempo, Bilbo teve de voltar a comprar uma boa quantidade da sua própria mobília."
- in, O Hobbit

Quid juris?

7 comentários:

Daniela Ramalho disse...

:o eu acho que deverias ser o "fazedor" oficial dos casos práticos leccionados nesta casa.

Ary disse...

Concordo. Grande ideia =)

Guilherme Silva disse...

Mas este é um caso tirado do livro.

Diana Correia de Sá disse...

lol
está fantástico!

Daniela Ramalho disse...

guilherme, ninguém acredita que isto é tirado de um livro chamado o Hobbit! não vale a pena a tentativa de sacanear os teus coleguinhas :)

Guilherme Silva disse...

When he comes around to the door, they are surprised at a commotion in front of his house. The other hobbits are auctioning off his stuff because they presume him dead. Some of his relatives really want to live in his house. Bilbo must argue to convince them that it is really he who has returned. Some of the hobbits never believe him. He never gets all of his stuff back, but he retrieves most of it.

Está ai um pequeno resumo do que vos falei.

Guilherme Silva disse...

è triste o que fizeram ao homem...

Enviar um comentário