quinta-feira, 6 de agosto de 2009

E tu, já homenageaste o emigrante hoje?

3 comentários:

Vasco PS disse...

Aqui para os lados de Amarante vai haver disso. Mas eu vou para bem longe.

Daniela Ramalho disse...

sim, eu logo à noite vou homenagear os imigrantes de ermesinde torturando gatos vadios que vou colocar dentro de uma mini arena enquanto várias pessoas lhes vão espetando facas. é uma arte do caraças.

DC disse...

Não curto essa malta que vai para lá em cima do cavalo espetar ferrinhos nos pobres bichos.

Mas aqueles seres que se colocam em frente ao bicho, ou sozinhos com uma capa, ou em magote para o tentar para em plena corrida, tenho que confessar que me fascinam...acho que aí o "combate" é mais pessoal e justo, mas já sei que me vão crucificar por isto.

Uma pergunta: Assumindo que não as touradas, não são nem vão ser proibidas, fará sentido a idade mínima para assistir?e fará sentido a proibição de touros de morte?

A minha resposta:
Idade mínima de 16anos para entrar no recinto parece-me importante.

A proibição de touros de morte neste contexto, não faz qualquer sentido. O animal já está ferido e nunca recuperará, pelo que será abatido passadas algumas horas, e a morte na arena seria muito menos dolorosa para ele,uma vez que é instantânea. Se com 12anos posso pegar em 4euros, e pagar um bilhete de cinema para ver filmes em que vejo homens a matar homens e outros animais (tipo o gladiador), certamente com 16anos não terei grandes problemas em ver um touro ser morto à minha frente, e se não quiser ver, não compro bilhete, ou então mudo de canal, que hoje em dia a generalidade dos lares portuguese tem bem mais de quatro canais, e muito raramente acontece mais do que um estar a dar tourada, o que não acontece, a título exemplificativo com as novelas, que pessoalmente me desgostam bem mais e são bem mais frequentes e "dão na SIC durante a tarde."

Enviar um comentário