sábado, 15 de agosto de 2009

A falta que lá foi fazendo o Direito do Urbanismo...
.
"Os monumentos comemorativos [romanos] podem ser a coluna honorífica, de que trataremos em especial na escultura, ou os arcos do triunfo, de que ficaram espécimes por todo o mundo romano, sem esquecer o norte de África.(13)"
.
"(13) (...) Recordemos que no nosso país havia, pelo menos, um em Évora, demolido no séc. XVI, para no local se construir a fonte henriquina da Praça do Giraldo (...)"

O sublinhado é meu.
Maria Helena da Rocha Pereira, Estudos de História de Cultura Clássica, II Volume - Cultura Romana, 4ª ed., p. 455

3 comentários:

Guilherme Silva disse...

Évora ficou a ganhar, sem dúvida.

Manuel Pinto de Rezende disse...

os "crimes" urbanísticos do passado são o património cultural e histórico do presente.

eu dixit

DC disse...

Serão os crimes urbanísticos do presente o património cultural e histórico do futuro?

Espero não ficar aqui para ver

Enviar um comentário