domingo, 12 de abril de 2009

Odeio sentir-me estúpido / insignificante / inútil / microscópico / arghh!

Este link é acertivamente desaconselhado a todos aqueles que até julgam ter algumas capacidades e estarem no bom caminho para um dia saberem qualquer coisa ou fazer das suas vidas algo com o mínimo de interesse, pelo menos para si.

3 comentários:

Canoas_o_mercenário disse...

o gajo do xadrez nao é porque é inteligente....
é porque simplesmente treinou mesmo mt

Há montes de estudos a dizer que nao é porque alguem é sobredotado, que consegue efectivamente ser bom a xadrez, tem a ver com treino arduo


O indiano, esse sim promete... eu ja vi as entrevistas dele.


(o problema é que essas pessoas sao um bocado postas à margem, no sentido em que nao crescem mt depressa, e depois no futuro vê-s....

Aqui no porto um genio dopiano aos 21 anos matou-se,
Uma rapariga que tinha um calculo matemático fabuloso,(fazia equaçoes complicadissimas, de cabeça, matou-se----
(conheci-os aos dois... infelizmente.....

Madalena Santos disse...

O indiano tem uma falha terrível em algumas partes dos exames ao QI... As práticas, as de mexer em formas e tentar enfiá-las no sítio certo, todos os exercícios desse género mostraram valores intrigantemente baixos.

Porque não teve uma infância "normal". Faltaram-lhe as brincadeiras de criança e a vertente social da miudagem. (Ficou possesso ao verificar isso.)

E não entende como há laboratórios a trabalhar todos os dias da semana em busca da cura do cancro e não a descobrem logo. Acha que basta ele estar um dia num desses locais que resolve logo o assunto.

E diz que sabe a cura. Conseguiram que ele revelasse uma noção do seu raciocínio. Concluiu-se que não passa de uma teoria muito vaga que não tem qualquer projecção prática. O princípio é bom; mas é impraticável.

Mas, sim, tem jeito para a cirurgia e tudo o mais a que teve acesso. Acredito que tenha algum dom que lhe tenha permitido avançar tanto em idade tão tenra. Porém, creio que outras crianças (nem todas, é certo) teriam o mesmo sucesso se tivessem tido a mesma infância.

Isto tudo segundo um documentário que o seguiu da Índia até aos Estados Unidos, de onde ele saiu com uma percepção nova sobre a sua situação. Reconheceu que tinha de saber afastar-se melhor do culto a que está sujeito na terra natal para lembrar o que experienciou nos EUA.


(Se alguma coisa do texto não fez sentido, é porque tenho níveis elevados de glicose no sangue devido a um longo dia de Páscoa que vai acabar a horas muito tardias. Amanhã releio isto :P )

Augusto, o engraçado disse...

"O indiano tem uma falha terrível (...)as práticas, as de mexer em formas e tentar enfiá-las no sítio certo,todos os exercícios desse género mostraram valores intrigantemente baixos."

Por isso é que eles nao sao muitos...

Enviar um comentário