domingo, 25 de janeiro de 2009

O Lobby Vinícola em Portugal

Dizia um cartaz de Mário Costa, datado de 1939, que "Beber vinho dá de comer a um milhão de portugueses". Mal ou bem, este era o vício protegido do Estado Novo, uma das suas armas para o equilíbrio da balança comercial, para a geração de emprego a manutenção dos lucros dos latifundiários. Para mais, o vinho foi durante muito tempo um dos principais "alimentos" dos portugueses, juntamente com o pão, estando presente em praticamente todas as refeições do pequeno almoço à ceia, e para portugueses de todas as idades, ou quase.


Uma prova da importância do vinho em Portugal está na quantidade de provérbios que sobre ele existem: "Muita parra, pouca uva", "até ao lavar dos cestos é vindima", "cada bucha sua pinga", "bom ou mau comer ... três vezes vinho beber", "carne que baste, vinho que farte, pão que sobre", "quem ceia em vinhas, almoça em fontes", "nem pão quente, nem vinho que salte ao dente", "o pão pela cor, o vinho pelo sabor", "no dia de S. Martinho, abre o pipo e prova o vinho", "amigo, vinho e a azeite: o mais antigo", "por cima de melão, vinho de tostão", "bom vinho dispensa pregão", ou, o meu preferido: "o vinho faz bem aos homens quando são as mulheres que o bebem".

Mas aquilo que mais me intriga no poder misterioso do lobby vinícola em Portugal é a forma como conseguiu dominar por completo o nosso vocabulário. Reparem bem: 
A árvore das laranjas é laranjeira, das maçãs e macieira, das pêras é pereira, das uvas é ... videira.
A folha da laranjeira é folha da laranjeira, a folha da macieira é folha da macieira, a folha da videia é ... parra.
A apanha da laranja é apanha da laranja, a apanha da maçã é a apanha da maçã, a apanha da uva é ... vindíma.
Um conjunto de laranjeiras é um pomar, bem como um conjunto de macieiras, um conjunto de videiras é ... uma vinha.
O sumo de maçã é sumo de maçã, também já o sumo de laranja é laranjada e o sumo de limão é limonada, mas o sumo de uva é ... vinho.

Lobby poderosíssimo é o que eu vos digo ...

10 comentários:

Vasco PS disse...

Se o sumo de uva se resumisse só a vinho...e quantas castas há de uva? Milhares. Assim, há milhares de vinhos diferentes, de centenas de regiões, de milhões de combinações possíveis. E é altamente viciante. Aquela garrafa de Porto não pára de me sorrir. :)

Vasco PS disse...

Proponho um brinde a este Lobby!

Telmo disse...

O teu post deixou-me com sede ary! :) Saudades de beber um bom copo ou partilhar uma garrafinha de vinho do porto do pingo doce lá da esquina (!). Com sorte no final da época dos exames eu sacio toda a sede...

Ary disse...

Estou a ver que temos lobbistas ...

Anónimo disse...

Abaixo o Lobby Vinícola!

Ass: Fred
Camelo
Jimmy

Vasco PS disse...

Ary, junta-te ao clube. Podemos fazer uma confraria. Confraria dos Bragas.

Daniela Ramalho disse...

esta casa defende uma noite de vinho.

Ary disse...

Sairam-me todos cá uns ... lobistas ...

jünger disse...

é o nepotismo.. vinícola!

Ary disse...

Problema disto tudo é o nepotismo ...

Enviar um comentário